Notícias
Notícias

Como a Palavra de Deus pode confortar a família em luto?

Os rituais de despedida são o início do processo de luto e a Bíblia é uma grande aliada também neste período

Foto: Pexels

São muitas as datas comemorativas de setembro: dia da Amazônia, Independência do Brasil, o início da primavera, entre outras. Porém, entre os temas que ganham destaque em setembro, nós católicos destacamos o Mês da Bíblia enquanto a sociedade – juntamente com a imprensa e a classe médica, se dedica à divulgação de informações sobre a prevenção ao suicídio.

Recentemente publicamos neste canal a matéria Suicídio, é possível prevenir!, que explica a campanha Setembro Amarelo e destaca a importância de saber identificar os transtornos mentais, intimamente relacionados à questão do suicídio.

Agora vamos relacionar o Mês da Bíblia com o Setembro Amarelo no intuito de ajudar a família que perdeu um ente querido, vítima de suicídio. Afinal, como a Palavra de Deus pode confortar a família em luto?

O processo de luto

A dor pela morte de um parente é sempre muito grande, independentemente da causa. É humano questionar o motivo e sentir-se injustiçado pelo rompimento abrupto da vida. No luto por suicídio, jamais saberemos o porquê ele aconteceu, pois o motivo morre com a pessoa.

A despedida faz parte da vida, por isso há o ritual do velório, onde as pessoas próximas de quem partiu, compartilham suas emoções e histórias com o objetivo de se confortar. Os rituais de despedida são o início do processo de luto, a partir dele, as memórias começam a ser ressignificadas pouco a pouco, de acordo com o tempo de cada um.

Foto: Pexels

Durante este processo, a Bíblia configura-se como uma grande aliada. A Palavra de Deus pode nos iluminar porque o Senhor sempre faz da sua palavra uma promessa. “Deus é bom e poderoso, ele não dá só o conselho através da palavra, mas o remédio. Suas palavras são obras. É importante que a gente tenha na Palavra do Senhor conforto para superar e consolar nos momentos de tristeza e depressão”, afirma o professor e suicidólogo, padre Licio de Araújo Vale.

Conforto que vem da Palavra

A Bíblia é fonte de fé, um mapa que nos mostra como viver. Ela oferece ajuda quando o caminho é incerto. “A Palavra de Deus é viva e eficaz, ela não sai da boca de Deus sem antes produzir o seu fruto. ‘Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida, aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aquele que vive e acredita em mim nunca morrerá’. A Palavra de Deus sempre é um caminho de conforto para a família em luto pela morte de um ente querido porque Jesus na sua palavra nos promete e Ele mesmo realiza a ressurreição e a vida nova. A vida continua para além da morte e, portanto, a certeza que vem da ressurreição pode confortar e ajudar a superar a dor do luto”, orienta padre Licio.

Citações bíblicas que são fonte de luz

Padre Licio, autor do livro Mente suicida, respostas aos porquês silenciados, da Paulinas Editora, destaca algumas citações bíblicas que colaboram para o enfrentamento da dor do luto. Confira:

Hebreus 10, 38 – “Meu justo viverá pela fé”
Filipenses 4, 13 – “Tudo posso naquele que me fortalece”

Lucas 17, 5 – Aumenta-nos a fé
1 João 4, 8 – “Quem não ama não conheceu a Deus, porque Deus é amor”

João 14, 27 – “Eu vos deixo a paz, eu vos dou minha paz”
Atos 18, 9-10 – “Não temas, porque eu estou contigo”

 

Para se aprofundar

- Conheça o curso EAD de Paulinas sobre Prevenção e posvenção ao suícidio.

- O CVV  atende de forma voluntária e gratuita todas as pessoas que desejam ou precisam conversar. A instituição realiza apoio emocional e de prevenção ao suicídio (24h, 7 dias por semana) sob total sigilo por telefone, e-mail e chat. Disque 188 e acesse o site.

- Livro: E foram deixados para trás: Uma reflexão sobre o fenômeno do suicídio

- Baixe gratuitamente a Série Especial sobre saúde mental do Portal Paulinas. Informe-se sobre os principais transtornos mentais: ansiedade, pânico, fobias, e depressão. Acesse aqui.

 

Juliana Borga é jornalista, três vezes vencedora do Prêmio Dom Hélder Câmara de Imprensa. É mãe coruja da Helena e adora escrever sobre temas que colaboram para um mundo mais humano e solidário. Instagram: @juborgajornalista

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites