Notícias
Notícias

Como sua família se prepara para o Natal?

Advento é um tempo especial que deve ser vivenciado com alegria e esperança

Foto: Pexels

Com o início do Advento, começa também um novo Ano Litúrgico na Igreja. Enquanto o Ano Civil começa em 1 de janeiro e termina em 31 de dezembro, o Ano Litúrgico começa no primeiro domingo do Advento e termina no sábado anterior a ele. 

O Advento é o primeiro tempo do Ano Litúrgico, é um tempo de preparação, expectativa e alegria pela vinda de Cristo. Trata-se de um período em que devemos dedicar uma maior disposição para a oração e procurar não apenas ler a Palavra, mas colocá-la em prática. 

Mas como fazer isso em família? Como incentivar que todos participem de alguma forma da preparação para o Natal?

Calendário e coroa

Uma maneira de unir a família e incluir as crianças na preparação para o Natal é acompanhar o calendário do Advento. Ele pode ser de papel, de pano, pode ser impresso ou escrito à mão. O intuito é fazer a contagem regressiva até o dia 25 e, a cada dia do mês, ler e praticar uma mensagem ou um pensamento que trate sobre os valores cristãos. Veja alguns exemplos: “Leia uma história de Jesus com a sua família”, “Organize seu quarto”, “Escreva cartões de Natal para os membros de sua família”, “Separe brinquedos para doação”, “Faça uma penitência de não comer doce hoje”.

Exemplo de calendário do Advento: Foto: Reprodução Pinterest

Ao invés do calendário você pode usar a coroa do Advento que é um símbolo da chegada do Menino Jesus. A coroa recebe quatro velas que são colocadas uma a uma durante os quatro domingos do Advento. A família deve se reunir aos domingos, acender a vela e fazer a leitura do evangelho do dia. 

Tanto o calendário quanto a coroa são instrumentos que unem a família, criam a oportunidade do encontro, facilitam que todos vivenciem os valores desta época e trilhem o caminho da fé.

Coleção de presépios

Quem sempre buscou trilhar o caminho da fé foi a minha mãe e as datas da Páscoa e do Natal sempre foram especiais em nossa família. Ela cobrava de nós um comportamento diferente durante o Advento, passou para mim e minhas irmãs os valores desta época, não aceitava desentendimentos, pois deveríamos respeitar a cena do presépio.

Coleção de presépios de Maria Aparecida Borga. Foto: Juliana Borga

Por falar em presépio, com o passar dos anos nossa casa foi se enchendo deles, virou coleção da dona Maria. “Sempre fui apaixonada pelo Natal. Minha mãe me levava todos os anos até a Praça da Sé para ver o presépio que ficava em frente a catedral de São Paulo. Era em tamanho natural e me deixava admirada, assim como o presépio da casa de nossa vizinha que era o maior que eu já tinha visto: ele ocupava um móvel inteiro da sala de jantar e a cena era cheia de detalhes: tinha relevo, vegetação, lagos, gruta... aquilo me fascinava”, recorda Maria Aparecida Borga.

Já tem mais de 25 anos que ela comprou a primeira miniatura de presépio ao sair de uma missa na Igreja Nossa Senhora de Lourdes. “O presépio é importantíssimo porque representa a Sagrada Família de Jesus. Aqui em casa eles ficam expostos durante todo o ano e não apenas no Natal. Adoro criar enfeites, decorar a árvore e dar presentes, principalmente para as crianças, para homenagear o Jesus que habita em cada um de nós. Natal é reunir a família, preparar a alma e a casa para sinalizar a alegre espera do Senhor.”, completa.

Teologia do Advento

A palavra Advento quer dizer “vinda” e a teologia desta época é dividida em duas fases: o Cristo que virá é chamado de Advento escatológico e este ano compreende o período de 03 a 16 de dezembro, já o Advento natalino vai do dia 17 ao dia 24 de dezembro ao meio dia, e se destaca pelas orações especiais e os evangelhos das anunciações.

“O tempo do Advento tem que ter quatro domingos, mas não obrigatoriamente quatro semanas. Este ano o quarto domingo do Advento já é a vigília de Natal. Neste tempo temos que ter diante dos olhos que o Senhor virá. Ele veio na noite de Natal e virá no final dos tempos. Vigilância e cumprimento das promessas são os dois grandes valores que devemos meditar, além de tentar uma amizade maior com Jesus, fazer o sacramento da confissão e se relacionar melhor com as coisas sagradas, desta maneira a gente se prepara bem para a vinda do Senhor”, orienta o sacerdote católico, monge beneditino, professor universitário e escritor, dom Bruno Carneiro Lira, osb.

Assista ao vídeo a seguir, nele eu conto como o Advento acontece lá em casa… Contagie toda a família com a alegria desta época, procure perdoar, abrir-se para o amor e a comunhão. Prepare a casa e o coração para a chegada do Menino Deus.

 

Confira os produtos Paulinas:

- Rezar com as solenidades e festas do Senhor
 

- A Virgem Maria no Ano Litúrgico
 

- O Senhor prepara a sua mesa
 

Confira outras imagens da coleção de presépios da entrevistada Maria Aparecida Borga. 
 

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites