Animação Vocacional

Uma promessa que perdura até hoje (Parte 2)

Da memória ao coração, a profunda fé do bem-aventurado Tiago Alberione

Bem-aventurado Tiago Alberione, fundador da Família Paulina. Foto: Arquivo Paulinas

Também nós, no tempo de pandemia, fomos testemunhas do sofrimento, da preocupação e do medo que envolveu a humanidade inteira e a Família Paulina.

Infelizmente, esta pandemia bateu em nossas portas trazendo a enfermidade, a morte e sofrimento para alguns de nossos membros, familiares e amigos mais próximos.

O Beato Tiago Alberione disse: “Maria Rainha dos Apóstolos, acolherá, ao redor de seu trono de Glória, no céu, os apóstolos verdadeiros”. Estas palavras chegam como chuva suave e fresca ao nosso coração e, com essa confiança, deixamos nas mãos de Maria todos aqueles apóstolos e apóstolas da comunicação que, neste tempo, partiram à casa do Pai. 

É importante resgatar o passado, integrar o presente e favorecer o futuro. A promessa feita pelo Primeiro Mestre deve nos animar e encorajar para continuarmos nossa missão, sem que as provas do caminho nos paralisem.

Beato Tiago Alberione, fundador da Congregação das Irmãs Paulinas. Foto: Arquivo Paulinas

Aquele voto “nos vincula a todos, pois alcançamos a graça”. Por esse motivo, todos devemos cooperar e ser fiéis à promessa. O Santuário à nossa Rainha há muitos anos foi construído e terminado. A tarefa para nós e todos os novos apóstolos e novas apóstolas da Família Paulina, é a de construir o Santuário interior, isto é, uma “Morada” em nossos corações para Nossa Senhora. 

A construção do Santuário ocupou o primeiro lugar nos pensamentos e nas atividades do Primeiro Mestre. Com essa mesma dedicação, nós devemos empenhar-nos para edificar o nosso “templo” com tijolos espirituais, na cotidianidade da vida: com a escuta atenta da Palavra, com a adoração intensa, com a oração do terço, com o amor às pessoas e ao apostolado.

A meta é ser santuários cheios de paz, de misericórdia e amor, lugares onde as pessoas se regenerem e alcancem novas forças para continuar seus caminhos.

Nós somos responsáveis por continuar e permanecer firmes nesta promessa feita pelo nosso Fundador. Que nada nos paralise ao fazer o bem, para continuarmos nossa missão e respondermos ao chamado de levar Jesus a toda humanidade.

O mundo precisa hoje e sempre do Divino Mestre e, nós, fomos escolhidas para levá-lo e ser “Igreja em saída".  As pessoas sofrem e precisam de consolo; nós devemos ser essas mensageiras, pregadoras que descem da montanha e anunciam a paz. 

Coragem! “Maria Rainha dos Apóstolos, semeará com conforto e alegria nosso trabalho apostólico”. Do Santuário de nossa Mãe “descerá para cada uma, para cada casa, cada País, a bênção fecunda da Mãe, acompanhada de seu belo olhar e de sua mão protetora. Sejamos, cada uma de nós, pedra viva e eterna desta Igreja”.

 

Para ler a Parte 1 deste artigo: Uma promessa que perdura até hoje, clique aqui

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites