SAB - Serviço de Animação Bíblica
Serviço de Animação Bíblica (SAB)

Unidade da Igreja e diferentes serviços (Efésios 4, 1-16) Dicas Bíblicas/ Agosto de 2023

Imagem: Divulgação

O mês de agosto é um tempo especial,que a Igreja dedica às vocações e, neste ano, à realização da Jornada Mundial da Juventude, nos dias 01 a 06 de agosto, em Lisboa.

A vocação é um chamado de Deus a cada pessoa em particular, e que requer resposta livre e generosa.

É um discernimento, que nos convoca a ser sal da terra e luz do mundo, como pede Jesus no evangelho.

Ao compartilhar do processo vocacional, a comunidade busca conscientizar a todos os irmãos e irmãs dos diferentes serviços e ministérios e de sua importância na Igreja. Assim, cada domingo deste mês dedica-se a um chamado vocacional:

1º Domingo: a vocação presbiteral (diáconos permanentes, presbíteros e bispos);
2º Domingo: a vocação matrimonial (constituição da família cristã);
3º Domingo: a vocação da vida consagrada (irmãos e irmãs de vida consagrada e dos vários Institutos e Congregações);
4º Domingo: as vocações leigas (todas as pessoas cristãs que participam da Igreja) e também ao catequista, quando não se tem um 5º domingo.

A cada um de nós foi dado um dom. Precisamos valorizar o que temos e fazemos, assumindo nossa vocação na comunidade, na sociedade, na vida.

Segundo o Papa Francisco: “A nossa vida e a nossa presença no mundo são frutos de uma vocação divina. O Senhor continua nos chamando a segui-lo”.

Com o tema: “Maria, levantou-se e partiu apressadamente” (cf. Lc 1,39), a Jornada Mundial da Juventude 2023 reúne jovens do mundo inteiro e todos podem participar. Inclusive jovens que não são católicos, nem de outras Igrejas cristãs, ou mesmo os ateus.

É um encontro aberto à juventude que se reúne com o Papa Francisco, por uma semana, para aprofundara fé, conhecer Jesus Cristo, assumir compromisso com a santidade e a evangelização.

É ainda um intercâmbio com outras culturas e nacionalidades, na riqueza do encontro das diferenças.

Tempo de reflexão, oração, reconciliação, canto, passeios e muita alegria.A juventude tem passado por inúmeros desafios, como a pandemia, a crise econômica, os conflitos sociais, políticos, e a guerra. E não se pode ignorar as consequências, como afirma o Papa Francisco. 

Na mensagem aos jovens em 2022, ele convida-os a fazer um evento criativo, com vida, com força pois “as crises se superam juntos e não sós. As crises nos põem à prova, para sermos melhores e não piores”.

Em ressonância, o tema da jornada quer convidar o jovem a levantar-se e seguir o Evangelho, levantar-se diante dos problemas da vida, dos desafios do mundo e ir ao encontro dos irmãos e irmãs, num caminho sinodal.

O caminhar juntos, na unidade da Igreja, tendo consciência dos dons que Cristo concedeu pelo Espírito, a cada um e cada uma de nós, inspira a reflexão do texto bíblico da Carta aos Efésios 4,1-16, dando seguimento ao tema do Mês da Bíblia 2023.

Este texto não tem a função de oferecer orientações práticas, mas de evidenciar as motivações para o agir cristão. A temática principal é a unidade no amor.

É necessário que os membros da Igreja cultivem valores como a humildade, a paciência, o acolhimento, suportando mais aos outros com o amor e a mansidão para manter a unidade na pluralidade de dons que é dada aos membros para a edificação da comunidade.

Ele apresenta a importância da participação de todos e todas no crescimento eclesial, tendo como objetivo a unidade da fé, o conhecimento do Filho de Deus, a maturidade cristã. É em Cristo que se dá a unidade, para além dos diferentes dons e serviços.

O texto também nos convida ao crescimento na edificação do amor, ao exercício do amor fraterno na prática do encontro, da solidariedade, da reconciliação e da promoção da paz.

Estas atividades guardam a unidade na diversidade e são favorecidas pela escuta e pelo diálogo. É preciso escutar sem julgar, e estabelecer um diálogo em todos os níveis, como propõe o Papa Francisco: “Um diálogo consigo mesmo através da reflexão e da oração, em família, no seio da comunidade religiosa, entre as diversas comunidades religiosas e também com a sociedade civil”. Um diálogo no qual haja respeito recíproco, que gera conhecimento e entendimento.

Por fim, que o nosso coração seja tocado pela Trindade de Amor e se abra ao acolhimento das pessoas, das ideias, dos serviços em sua diversidade e nos inspire a viver como irmãos e irmãs, na unidade.

Pausa para refletir

• Temos consciência dos dons que o Senhor concedeu a cada um e cada uma de nós? Tenho colocado meus dons a serviço da edificação da comunidade?
• Tenho rezado pelas diferentes vocações e pedido ao Senhor que envie mais operários para a messe?
• Observo quais são os contra - valores e atitudes que veem causando divisão na Igreja?
• Escuto as pessoas com atenção no dia a dia, na família, no trabalho, na comunidade, nos lugares que frequento? Qual é a qualidade da minha escuta?
• A CNBB propôs um ano vocacional (novembro de 2022 a novembro de 2023), portanto esse mês de agosto tem uma motivação a mais na animação vocacional, além da Jornada da Juventude, assim convidamos a cada um e a cada uma a pensar alguma iniciativa ou formas de celebrar esses eventos importantes para a caminhada eclesial. 

Liliane Zschaber Corrêa é leiga e membra do Shema (SAB/Paulinas).

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites